Thursday, 14 December 2017
A LAHST
A LAHST
Informações sobre a LAHST
+ ...
Destaque
Destaque
Caminhada Cancro Mama 2014
+ ...
Voluntariado
Voluntariado
Informações sobre o Voluntariado.
+ ...
Faça-se Sócio
Faça-se Sócio
Ajude-nos ajudar, torne-se sócio.
+ ...

História da Fundação da L.A.H.S.T.

E-mail Print PDF

Com a restauração da democracia em Portugal, as mobilizações populares “obrigaram” o poder político a chamar a si a tutela de alguns organismos entre os quais, os Hospitais.

Nessa altura, com maior ou menor controvérsia, o Hospital Conde de S. Bento em Santo Tirso, até então gerido pela Misericórdia local, não ficou imune às mobilizações, passando, também, para a tutela do Ministério da Saúde.

À data, com o receio de uns e o excesso de outros, o hospital ficou entregue a si próprio, sem gerência.

A nova voz de “comando” surge com a composição e tomada de posse de uma Comissão, presidida pelo Digníssimo Dr. António Júlia de Miranda, para presidir ao organismo e preparar a transição da passagem deste para a tutela do Ministério da Saúde.

Impulsionado pela conveniência dos doentes e pelo desenvolvimento do “seu” hospital que agora geria, o Dr. António Júlia de Miranda, dentro das suas competências, ajustou algumas instalações às necessidades do hospital.

A falta de dinheiro era o obstáculo central para o desenvolvimento.

Com as instalações a precisarem de obras de conservação e de reorganização para gerar novos espaços e de equipamento imprescindível à melhoria dos Serviços, a falta de dinheiro era efectivamente a grande obstrução da comissão.

Nessa altura, em Portugal, vivia-se uma forte crise financeira que obrigara, em Outubro de 1983, o Governo, presidido pelo Dr. Mário Soares, a pedir ajuda externa, ao Fundo Monetário Internacional.

Com o Hospital carente de equipamento e a caminhar para uma degradação avançada, era imprescindível criar uma organização que apoiasse as reformas básicas para dar ao hospital a dignidade merecida.

Atento aos acontecimentos, o Enf.º José Luis Martins apercebe-se que a melhoria do Hospital Conde de S. Bento só era possível com a “abertura” da instituição à comunidade.

Embora já existisse algumas Associações de Voluntários, foi a partir da crise financeira, que se “abriram” as portas das instituições à comunidade e naturalmente à organização das Associações de Voluntários e das Ligas de Amigos de Hospitais em Portugal.

Os conhecimentos e o bom relacionamento que Enf.º José Luis Martins mantinha, desde o seu tempo de estudante da Escola de Enfermagem, com os profissionais do Hospital de Santo António, que em 1977 fundaram a Liga de Amigos daquele Hospital, para apoiar a recuperação da ala danificada pelo incêndio de 1976, e a existência em Santo Tirso de uma Associação de serviços humanitários, com mais de 10 anos de experiencia (Rotary Club de Santo Tirso), da qual o Enf.º José Luis Martins fazia parte do quadro social, auxiliava a criação dum mecanismo de apoio às necessidades emergentes do Hospital Conde de S. Bento.

O Rotary Club de Santo Tirso com corpo social constituído, na sua maioria, por empresários de sucesso e de pessoas influentes na sociedade, era a Agremiação ideal para colaborar com Enf.º José Luis Martins na realização do seu projecto.

Quando apresentada, a intenção foi acolhida com agrado pelo presidente da Comissão Instaladora e apoiada pelos profissionais do Hospital, que o exortaram a incrementá-la.

Inconformado com as condições vividas no Hospital, numa reunião do Rotary Club de Santo Tirso à data presidido pelo “Companheiro” José dos Santos Pinto, o Enf.º José Luis Martins dá a conhecer a precariedade das instalações e das necessidades elementares da instituição.

Sensível à situação, o Clube de Rotários, acedeu colaborar com projecto. Alguns membros do seu corpo social juntaram-se ao Enf.º José Luis Martins, criando o “Movimento”, dando corpo ao embrião de formação da Associação.

O “Movimento” gerado e apoiado no seio do Rotary Club de Santo Tirso, foi com naturalidade que se organizou e formou a Associação que, em Outubro de 1985, se reuniu pela primeira vez no antigo laboratório do Hospital Conde de S. Bento e a 13 de Março de 1986, foi então registada no Cartório Notarial de Santo Tirso, com a denominação; “Liga dos Amigos do Hospital de Santo Tirso”.

Por: Vítor Lemos

A LAHST

Caminhada Para a Sensibilização do Cancro da Mama 2012